Notícias

Subscrever feed Notícias
Prevenção, opinião e notícias de Trânsito.
Atualizado: 30 minutos 16 segundos atrás

Como estão os serviços dos Detrans pelo Brasil em razão do coronavírus

qui, 19/03/2020 - 08:10
Serviços são suspensos na maioria dos Detrans. Foto: Divulgação Detran/ES.

Com o aumento dos casos de coronavírus pelo Brasil, o Portal do Trânsito faz um resumo de como estão os serviços dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) no País.

Sempre que novas informações chegarem, atualizaremos essa página. Região Sudeste

No Rio de Janeiro, o órgão fechou todas as 495 unidades de atendimento no Estado. Os casos de emergência serão atendidos no edifício-sede e em alguns postos da região metropolitana e interior. Além disso, o órgão determinou também que em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as autoridades de trânsito e os órgãos autuadores aceitem, excepcionalmente, documentos de habilitação expedidos pelo Detran-RJ com prazo de validade vencido até 60 dias, ao invés dos 30 habituais. A flexibilização só se aplica em casos de prazos vencidos dentro da vigência da portaria, determinada até o dia 17 de abril de 2020. O Detran/RJ determinou também a flexibilização do prazo para a vistoria obrigatória alterou o calendário de licenciamento anual dos veículos no Rio de Janeiro. A alteração ocorreu apenas para veículos com placa de final 0, 1 ou 2, que teve o prazo alterado de até 30 de abril de 2020 para até 31 de maio de 2020. Os finais de 3 a 6 foram mantidos com prazo até 30 de junho e as placas de final 7 a 9 até 31 de agosto. Os exames práticos e teóricos também estão suspensos.

Por quinze dias, com possibilidade de prorrogação por igual período, o Detran/MG suspendeu as aulas teóricas e presenciais do processo de formação e especialização de condutores, em todos Centros de Formação de Condutores, entidades e instituições credenciados. Também ficam suspensos nesse período a aplicação dos exames teórico de legislação e de prática de direção veicular. As aulas práticas poderão ser mantidas, desde que sejam observadas as medidas componentes da etiqueta sanitária que lhes são inerentes.

Já em São Paulo, o Detran/SP solicitou ao Governo Federal a prorrogação da validade da CNH para que os cidadãos não tenham que ir presencialmente renovar neste período.  A partir de quinta-feira (19), todos os agendamentos de exames práticos e teóricos para habilitação de motorista no Detran estão suspensos. Além disso, todas as defesas de multas e indicação de condutores deverão ser realizadas somente online. Os recursos de suspensão ou cassação, para quem foi notificado, serão prorrogados por 30 dias.

O Detran-ES chegou a divulgar que as aulas e provas de direção seriam suspensas, mas voltou atrás e informou que novas reuniões irão acontecer para tratar o assunto.

Região Sul

Devido ao risco potencial de aumento do coronavírus no Paraná, o Detran-PR, decidiu suspender  todos os cursos de reciclagem presenciais ofertados no estado. Esta medida serve como prevenção e precaução e está em cumprimento do Decreto 4230/2020 do Governo do Paraná, devido à quantidade de pessoas que participam deste evento. Sendo assim, os cursos já marcados serão reagendados sem ônus para a população paranaense, mas ainda não tem previsão de retorno. O Curso de Reciclagem pode ser feito à distância.

Para ajudar a conter a disseminação do novo coronavírus, o Detran/RS também anunciou uma série de medidas. Além de determinar o trabalho remoto para seus servidores, a Autarquia prorrogou os prazos para apresentação de condutor infrator, defesa e recursos de multas e suspensão serão automaticamente prorrogados em 30 dias. Além disso, os exames teóricos e práticos de habilitação serão suspensos por 15 dias, a contar do dia 19 de março, estendendo-se até o dia 02 de abril. Nas aulas teóricas dos CFCs, as salas comportarão no máximo 50% da capacidade, seguindo as recomendações de higienização dispostas no Decreto Estadual n.° 55.118/2020. As aulas práticas poderão ser mantidas, mas recomenda-se que sejam realizadas com vidros abertos e que seja feita a higienização com álcool gel dos locais onde há contato do aluno com o veículo a cada nova aula.

O Detran/SC suspendeu todas as suas atividades até segunda ordem. Região Centro-Oeste

No Distrito Federal, foram adotas uma série de medidas de prevenção à disseminação do Coronavírus (Covid 19). Na última semana, o órgão já havia realizado a suspensão das bancas práticas e teóricas de direção e das aulas ministradas pela Escola Pública de Trânsito.

Em Goiás, o Detran/GO está reduzindo o número de atendimentos presenciais para evitar aglomerações e possível proliferação do coronavírus. Serviços que não são urgentes, como agendamento de bancas teóricas e práticas, junta médica e junta técnica, “foram temporariamente suspensos”. O órgão informou que atenderá somente casos que não podem ser resolvidos por meio do aplicativo ou site do órgão. O Detran/GO disponibilizou uma linha telefônica para tirar dúvidas sobre os serviços online: 154.

O Detran/TO suspendeu as bancas examinadoras teóricas e práticas a partir do dia 23 de março e adotou várias outras medidas para prevenir o novo coronavírus. Também será realizada uma reunião com os Centros de Formação de Condutores para discutir e determinar em conjunto medidas que visem a segurança de examinadores e usuários.

Região Nordeste

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) informou, através de suas redes sociais, a suspensão, por tempo indeterminado, do atendimento presencial no órgão.

Na Bahia, o órgão decidiu recomendar às clínicas credenciadas que adotem as medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19), indicadas pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e pela Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego (Abrapsit). Entre as medidas recomendadas, estão o espaçamento de cadeiras nas áreas de recepção das clínicas, que deverão ficar a 1,80 m de distância, a higienização das salas e equipamentos usados pelos médicos, a abertura de janelas para a circulação do ar, a lavagem das mãos de pessoas que irão fazer o exame e uso de máscaras para quem estiver com sintomas de gripe.

Em conformidade com o Decreto Estadual nº 33.510, do dia 16 de março de 2020, e como medida de enfrentamento e contenção da infecção humana pelo coronavírus, o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) adotou algumas medidas de prevenção. Estão suspensos todos os exames práticos e de legislação a partir de quarta-feira, dia 18/03 até o dia 31/03. Os candidatos que tiveram os exames cancelados serão informados posteriormente sobre a nova data. O órgão recomenda que procurem os postos de atendimento somente em situações de extrema urgência e que não possam ser adiadas.

Em decorrência da pandemia do coronavírus, o Detran/PE prorrogou por 15 dias da data do vencimento de multas locais e identificação de condutor e por 20 dias para as multas RENAINF. Também suspendeu por 30 dias da aplicação da multa administrativa do artigo 233 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), nas transferências de propriedade realizadas com mais de 30 dias de venda. Os agendamentos para exames práticos, categorias A e B, foram suspensos, já as vistorias, sofrerão uma redução em 50% em todo o Estado. As aulas teóricas nos Centros de Formação de Condutores – CFC’s serão suspensas por 15 dias.

O Detran/MA suspendeu preventivamente aulas presenciais teóricas em autoescolas, bancas móveis de exames práticos e faz recomendações para clínicas credenciadas. As aulas práticas só poderão ser realizadas se forem observadas prevenções sanitárias recomendadas pelas autoridades de saúde. Região Norte

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) também adotou mudanças no atendimento. Os agendamentos para atendimento presenciais relativos aos serviços de habilitação e de veículos sofrerão ampliação no intervalo entre as vagas. Atualmente, entre um atendimento e outro, há um intervalo de mais ou menos seis minutos. Agora ele será de aproximadamente 15 minutos, para reduzir o fluxo de pessoas. Também foram suspensos, por 30 dias, todos os calendários de exames teóricos na capital e no interior do estado, além de todos os cursos e treinamento realizados pelo Detran-AM. Em relação aos exames práticos de direção veicular, a suspensão será apenas para o interior do estado, em virtude da proibição de deslocamento das bancas examinadoras. Ainda na capital, os exames práticos de direção deverão ter o volume de atendimento reduzido em 50% a partir de 5 de abril. Outra alteração é referente ao prazo para a realização de exames médicos e psicológicos. A partir de hoje, ele será de 60 dias a contar da data da guia de pagamento relativa ao exame.

Em Roraima, o Detran/RR informou que  está adotando medidas preventivas para evitar a contaminação pelo coronavírus entre usuários e funcionários. A direção do órgão está disponibilizando álcool em gel, máscaras e luvas para os servidores e colaboradores. O Detran-RR está em contato permanente com as autoridades de saúde do Estado e segue funcionando normalmente com todos os seus serviços disponíveis aos usuários.

 

O post Como estão os serviços dos Detrans pelo Brasil em razão do coronavírus apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Veja formas de trabalhar as placas de sinalização em sala de aula

qua, 18/03/2020 - 13:30
Foto: Arquivo Tecnodata.

Mesmo com todos os cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus, muitos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ainda estão recebendo os alunos para aulas teóricas. Para esses e para os outros que irão voltar depois dessa tormenta passar, o Portal do Trânsito e a Tecnodata trazem um artigo sobre como trabalhar a sinalização nas aulas para formação de condutores.

Muitas vezes, surgem dúvidas de como trabalhar determinados assuntos com os alunos de Primeira Habilitação e cativá-los. Com o fácil acesso a todo tipo de informação, como fazer isso sem que as aulas caiam no buraco negro do desinteresse?

Podemos raciocinar da seguinte forma: o “desinteresse” de alguns, já temos. O que se tem a perder em arriscar ideias mais simples? Podemos nos surpreender. Como saber se não arriscar? Talvez, estejam carentes de ideias simples.

Que tal então resgatar algumas “brincadeiras” que faziam e ainda fazem parte da infância de muitas crianças no Brasil e no mundo? No mundo tecnológico de redes sociais 24 horas por dia, fazer uma atividade que desvie um pouco de toda essa conexão seja exatamente o que precisam, por que não tentar?

A sugestão de hoje é trabalhar placas de sinalização. Esse é um assunto que muitas vezes é visto como chato pelos alunos e por alguns instrutores. Fato é que não se trata de um assunto que agrade 100%. Mas que assunto agrada a todos? Além do que, precisa ser trabalhado e tem grande importância para todos.

Ideias

Que tal construir um dominó?  Seguindo o conceito do dominó comum, da nossa infância. Pode ser feito de duas formas: as duas pontas do dominó com as figuras das placas de sinalização, ou, um lado a figura e no outro o significado. Algo fácil de construir e acaba sendo uma brincadeira divertida.

Foto: LDM Brinquedos/Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

Outra ideia, igualmente simples, é o jogo da memória com as imagens das placas e seus significados. Um grau de dificuldade maior, pois, associar os dois vai exigir deles mais conhecimento. Acima um exemplo de jogo da memória para encontrar os pares, a sugestão é fazer com o significado de um lado e a imagem na outra ponta, para aumentar um pouco o grau de dificuldade. Foto: Perkons Equipamentos Eletrônicos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma terceira ideia é construir um jogo de tabuleiro com dados, onde devem superar obstáculos, passar por retornos, responder perguntas…enfim, use a criatividade, com certeza irá fazer um ótimo trabalho. Essa atividade exige um pouco mais de tempo e é um pouco mais complexo de fazer. Ainda assim, tem um grande valor pedagógico.

Esse material pode ser preparado e compartilhado por todos os instrutores. E, se for feito em papelão, cartolina ou papel cartaz, vai durar muito tempo.

São ideias que podem ou não agradar. Mas vão manter os alunos interessados nas aulas para que outros conceitos importantes possam ser desenvolvidos com eles.

A princípio, pode parecer que, conhecer as placas de sinalização serve apenas para ser aprovado na prova do DETRAN. E esse conceito precisa ser derrubado. Saber a sinalização e tudo que se refere ao trânsito é muito mais que isso: a informação e o conhecimento são essenciais para todos os envolvidos no trânsito.

A formação de condutores deve estar sempre focada em formar melhores condutores, mais comprometidos com o trânsito, com a sua responsabilidade. E cabe a nós, instrutores, fazer isso da melhor forma possível, usar todas as ferramentas de que pudermos dispor.

Precisamos fazer com que os nossos alunos possam entender o trânsito como mais que conduzir veículos, como um compromisso com a segurança. Junto com a direção de um veículo, vem a responsabilidade de conhecer o que se passa a sua volta e contribuir com o melhor de si para a redução de acidentes.

Agora, mãos à obra!

O post Veja formas de trabalhar as placas de sinalização em sala de aula apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Detran-RJ flexibiliza validade de habilitações e licenciamentos

qua, 18/03/2020 - 08:03
Foto: Arquivo Agência Brasil.

A edição de ontem (17) do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro  publicou Portaria nº 5.829 do Departamento de Trânsito (Detran-RJ) que “dispõe sobre a tolerância excepcional da validade do documento de habilitação”, em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

A portaria determina que as autoridades de trânsito e os órgãos autuadores aceitem, excepcionalmente, documentos de habilitação expedidos pelo Detran-RJ com prazo de validade vencido até 60 dias, ao invés dos 30 habituais. O texto explicita que a flexibilização só se aplica em casos de prazos vencidos dentro da vigência da portaria, determinada até o dia 17 de abril de 2020.

O texto regula também a flexibilização do prazo para a vistoria obrigatória exigida para a expedição do novo certificado de registro dos automóveis em caso de transferência, Com isso, não serão aplicadas penalidades por descumprimento desse prazo se ele vencer na vigência da portaria. A justificativa da adoção das medidas é a redução dos serviços do órgão, que seguiu orientação de reduzir o atendimento ao público devido à pandemia.

O Diário Oficial traz também a Portaria nº 5.830 do Detran-RJ, que altera o calendário de licenciamento anual dos veículos. A alteração ocorreu apenas para veículos com placa de final 0, 1 ou 2, que teve o prazo alterado de até 30 de abril de 2020 para até 31 de maio de 2020. Os finais de 3 a 6 foram mantidos com prazo até 30 de junho e as placas de final 7 a 9 até 31 de agosto.

A Portaria Detran nº 5.827 suspende por 30 dias “as rotinas administrativas referentes ao andamento de autos de infração e aplicação das penalidades de multa, suspensão do direito de dirigir e cassação da CNH, inclusive os prazos de defesa prévia, recursos de 1ª e 2ª instância, bem como de entrega e bloqueio de CNH”.

A Central de Recursos do Detran não receberá recursos durante o período e os prazos voltarão a correr pelo tempo restante após o fim da validade da portaria.

As informações são da Agência Brasil

O post Detran-RJ flexibiliza validade de habilitações e licenciamentos apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Como os CFCs estão enfrentando a chegada do coronavírus no Brasil

ter, 17/03/2020 - 14:50

Com o aumento dos casos de coronavírus pelo Brasil, o  momento requer muito cuidado e atenção. Por esse motivo, os Centros de Formação de Condutores (CFCs) de todo País estão adotando medidas de prevenção até que os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) se posicionem quanto à suspensão ou não das aulas presenciais no curso de formação de condutores.

No Rio de Janeiro, por enquanto não há posicionamento oficial do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/ RJ), mas segundo a assessoria de imprensa do órgão, com o aumento de casos no Estado, até a tarde o Detran deve emitir novo comunicado. “No momento, a recomendação do Detran é de que as autoescolas suspendam as aulas”, informa a assessoria.

Em nota, o órgão afirmou que para proteger a população em geral e seus colaboradores, fechará todas as 495 unidades de atendimento no Estado. Os casos de emergência serão atendidos no edifício-sede e em alguns postos da região metropolitana e interior, que estão sendo definidos.

“A população pode ficar tranquila porque ninguém será prejudicado. Todos os prazos estão sendo estendidos. O importante agora é que, mesmo em caso de urgência, pessoas contaminadas devem se manter em casa e buscar os serviços médicos como forma de preservar a sua saúde”, reforçou o presidente do Detran/RJ, Antonio Carlos dos Santos.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) também está adotando uma série de novas medidas de prevenção à disseminação do Coronavírus (Covid 19). Na última semana, o órgão já havia realizado a suspensão das bancas práticas e teóricas de direção e das aulas ministradas pela Escola Pública de Trânsito.

Em Goiás, o Detran/GO está reduzindo o número de atendimentos presenciais para evitar aglomerações e possível proliferação do coronavírus. Serviços que não são urgentes, como agendamento de bancas teóricas e práticas, junta médica e junta técnica, “foram temporariamente suspensos”. O órgão informou que atenderá somente casos que não podem ser resolvidos por meio do aplicativo ou site do órgão.

O Detran/GO está disponibilizando uma linha telefônica para tirar dúvidas sobre os serviços online: 154.

O Detran/SP informou que  a determinação é que os agendamentos deem prioridade a serviços digitais e que possam ser atendidos pela internet ou por correspondência.

Atendimento nos CFCs As aulas teóricas estão suspensas na Autoescola Franco, no Paraná. Foto: Divulgação.

Para Gisele Prestes, que é Diretora de Ensino da Autoescola Franco, no Paraná, mesmo sem a orientação oficial do Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran/PR) foi decidida a suspensão das aulas teóricas no CFC por 15 dias.

“Decidimos como forma de prevenção, pois a nossa sala está repleta de alunos, achamos a melhor solução”, explica a diretora.

Até ontem, antes do cancelamento das aulas, todos os cuidados estavam sendo tomados. “Durante o funcionamento, estávamos mantendo os locais devidamente ventilados, suspendemos o uso do ar-condicionado, abrimos janelas e colocamos ventiladores. Disponibilizamos álcool gel para assepsia das mãos em vários locais e orientamos quanto a lavagem das mãos e para que evitem o contato físico. Além disso, esterilizamos cadeiras, mesas e os locais de acesso a todos”, informa.

O instrutor William Juliano Conte, também da Autoescola Franco, complementa quanto aos cuidados durante as aulas práticas. “Os carros estavam com todos os vidros abertos e bem arejados pra ventilação”, diz.

Em São Paulo, o CFC Parada Obrigatória continua atendendo. Foto: Divulgação.

Em São Paulo, de acordo com Márcio Alexandre Corrêa, que é proprietário e Diretor de Ensino do CFC Parada Obrigatória, em Itatiba, os cuidados também estão sendo tomados e os CFCs já sentem o impacto do vírus nas salas de aula. “Os alunos estão ligando antes para verificar se está tendo aula, mas estão vindo, infelizmente o movimento deu um grande queda”, afirma.

O instrutor Jorge Lucas, do CFC Tourinn, de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, diz que por enquanto tudo está funcionando normalmente, apenas sendo adotados cuidados preventivos. “Por aqui o surto ainda se mantém estável e talvez isso faça com que o Detran/RS mantenha as atividades dos CFCs. Solicitamos que os alunos procurem higienizar bem as mãos e caso tenham sintomas de gripe ou resfriado que não compareçam às aulas teóricas. Nas aulas práticas buscamos higienizar os veículos e manter ventilação externa com vidros abertos durante as aulas”, explica.

Recomendação

A recomendação agora para os CFCs de todo Brasil é que fiquem atentos aos sites dos Detrans e aguardem o posicionamento do órgão do respectivo estado tomando todas as precauções básicas de prevenção.

Para Celso Mariano, especialista e diretor do Portal do Trânsito, todas as recomendações, no momento, apontam para que as aulas teóricas sejam evitadas.

“Pelo formato atual das aulas teóricas, a única possibilidade disponível é formar turmas para encontros presenciais. E a suspensão de aulas já está acontecendo com as universidades, com as escolas e, com os CFCs, não há como ser diferente. Então, a medida que seja possível fechar turmas com menor quantidade de alunos, já ajuda. Por outro lado, provavelmente a procura dos alunos pelas autoescolas deve ser afetada, pois as pessoas tendem a evitar as aglomerações, por pequenas que sejam. Esse difícil momento vai servir, didaticamente, como exercício de cidadania. Tal qual o trânsito exige respeito mútuo, percepção de riscos e senso de pertencimento, o enfrentamento do coronavírus requer muita responsabilidade social”, conclui.

O post Como os CFCs estão enfrentando a chegada do coronavírus no Brasil apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Live “Você no Trânsito”: com o tema Reciclagem de Condutores Infratores

ter, 17/03/2020 - 12:23

Para assistir o Programa, clique no link: https://www.facebook.com/portal.transito/videos/208575920420950/

A Live “Você no Trânsito” acontecerá toda terça-feira, às 12h, com temas específicos para ajudar o cidadão a se “dar bem” no trânsito.

O tema de hoje é a Reciclagem de Condutores Infratores e tem como convidado Carlos Zanchi que é advogado, especialista em trânsito.

 

O post Live “Você no Trânsito”: com o tema Reciclagem de Condutores Infratores apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

CFC News: coronavírus afeta funcionamento dos Detrans, venda de CNH e sorteio

seg, 16/03/2020 - 18:50

A jornalista Mariana Czerwonka apresenta o CFC News com as principais notícias da semana.

Coronavírus X funcionamento dos Detrans

Para diminuir os riscos de propagação do novo coronavírus, alguns Departamentos Estaduais de Trânsito pelo Brasil modificaram suas rotinas operacionais.

Venda de CNH

O Detran/RS está fazendo um alerta que pessoas se dizendo profissionais de Centros de Formação de Condutores (CFCs) oferecem pela internet a possibilidade de adquirir a habilitação sem a necessidade de todas as etapas legais necessárias (aulas e exames) exigidas por lei.

EstaR Digital

O EstaR Eletrônico, que automatiza a utilização de vagas do Estacionamento Regulamentado (EstaR) em Curitiba, entra em vigor nesta segunda-feira.

Sorteio Julyver

No dia 07 de maio de 2020, o Portal do Trânsito irá sortear um exemplar da 2º edição do livro “Código de Trânsito Brasileiro – versão de bolso” com a organização de Julyver Modesto de Araújo, especialista em legislação de trânsito, e publicação da Editora Tecnodata Educacional. Para se inscrever, clique aqui.

 

O post CFC News: coronavírus afeta funcionamento dos Detrans, venda de CNH e sorteio apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Fake News: Placa Mercosul é do veículo não do proprietário

seg, 16/03/2020 - 08:17
Foto: Divulgação Detran/GO

Uma mensagem que circula nas redes sociais com o intuito de confundir os cidadãos afirma que com a mudança do sistema de identificação dos veículos, o novo modelo de placa passa a ser do proprietário e não do veículo registrado. O texto é falso e não deve ser compartilhado.

As placas veiculares do modelo Mercosul, assim como as antigas, pertencem ao veículo e permanecem com ele até o fim de sua vida útil.

Em alguns estados norte-americanos, quando o proprietário adquire um novo veículo, ele pode tirar a placa do anterior e colocar no atual, mediante o pagamento de uma taxa. No Brasil, isso não acontece.

Quem precisa trocar a placa

De acordo com o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a implantação é obrigatória para o primeiro emplacamento, ou seja, o cidadão que adquirir um veículo novo já deve obter a placa padrão Mercosul.

Para os veículos que já estão em circulação, a PIV será exigida somente nos casos de transferência de domicílio de veículos (mudança de estado ou município), mudança de categoria do veículo, furto ou roubo e dano da referida placa.

Mesmo que o veículo não se enquadre nessas condições, se desejar, o proprietário pode adotar o novo sistema de emplacamento.

Dicas para não cair em Fake News

Sempre que receber esse tipo de mensagem é necessário verificar a informação em sites confiáveis, como é o caso do Portal do Trânsito. Outra dica é ficar atento aos erros ortográficos, pois geralmente as mensagens falsas contêm erros de português e de digitação.

“As pessoas de má-fé se aproveitam do poder da internet para divulgar informações equivocadas e mentirosas. Antes de compartilhar mensagens que recebemos via redes sociais, devemos sempre verificar a veracidade antes de repassar”, conclui Eliane Pietsak, pedagoga e especialista em trânsito.

O post Fake News: Placa Mercosul é do veículo não do proprietário apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

CNT faz uma análise sobre acidentes rodoviários

dom, 15/03/2020 - 08:15
acidentes em trechos rodoviários com sinalização péssima têm grau de severidade duas vezes maior do que os ocorridos em locais onde a sinalização é considerada ótima. Foto: Agência CNT/Divulgação.

A nova edição do boletim Economia em Foco, da Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada semana passada, analisa questões relacionadas aos acidentes rodoviários no Brasil, indicando a necessidade de melhorar a fiscalização, o policiamento e o investimento na infraestrutura de transporte.

O material mostra, por exemplo, que acidentes em trechos rodoviários com sinalização péssima têm grau de severidade duas vezes maior do que os ocorridos em locais onde a sinalização é considerada ótima.

Também revela que, entre 2009 e 2019, a quantidade de multas aplicadas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) cresceu 93,1%, ao passo que, no mesmo período, os acidentes com vítimas caíram 8,4%.

A análise aponta que o custo econômico dos acidentes rodoviários verificado entre 2009 e 2019 (R$ 156,06 bilhões) é próximo ao volume dos investimentos públicos em infraestrutura e na manutenção das atividades da PRF (R$ 172,06 bilhões) no mesmo período.

Confira a íntegra do novo Economia em Foco

Outro dado trazido pelo boletim diz respeito ao custo econômico dos acidentes rodoviários. De 2009 a 2019, foram gastos R$ 156,06 bilhões com acidentes.

O documento também destaca a importância do trabalho de fiscalização realizado PRF nas rodovias brasileiras.

Como apresentado no estudo Acidentes Rodoviários e a Infraestrutura, de 2018, além da própria infraestrutura, existem outros elementos que contribuem para a ocorrência de acidentes rodoviários.

“O fator institucional/social é um deles e, possivelmente, um dos mais negligenciados nas análises disponíveis sobre acidentes viários. Essa omissão vincula-se à prática de atribuir culpa majoritariamente ao condutor pelas ocorrências sem, entretanto, considerar o papel das instituições de garantirem a segurança e o bem-estar social”, diz o relatório.

Conclusão

O estudo conclui que existe a necessidade de se dedicar um maior volume de recursos tanto para as ações de fiscalização, policiamento e educação de trânsito quanto para aquelas vinculadas à melhoria da infraestrutura rodoviária brasileira. Apenas com a adoção de um plano de ações bem orientado e que combine estratégias de controle e investimento, será possível, no curto prazo, dotar as rodovias brasileiras das condições adequadas de segurança.

Com informações da Agência CNT

O post CNT faz uma análise sobre acidentes rodoviários apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Estudos mostram que apps fazem pessoas beberem mais, mas morrerem menos no trânsito

sab, 14/03/2020 - 13:40
Foto: Divulgação.

Pesquisadores americanos, da Universidade Estadual da Geórgia e da Universidade de Louisville, fizeram uma longa análise para tentar entender o impacto que os aplicativos de transporte causam nos moradores das cidades onde estão disponíveis. Foram estudados dados do Sistema de Vigilância de Fatores de Riscos Comportamentais e dos Centros de Controles de Doenças.

O primeiro resultado interessante constatado na pesquisa é que, após a chegada deste tipo de aplicativo, as pessoas passaram a consumir muito mais bebidas alcoólicas do que antes: 3,1% mais em drinques diários, bebem em 2,8% mais ocasiões ao mês e consomem 4,9% mais drinques em cada ocasião em que bebe. O uso excessivo de álcool subiu 9%.

Esses números têm relação direta com os aplicativos de transporte, já que os baixos preços operados nas corridas e a facilidade em voltar para casa a qualquer hora do dia dão mais liberdade para que as pessoas consumam álcool sem se preocupar em dirigir.

Esse maior consumo causa também uma maior movimentação na economia e gera mais empregos: o número de pessoas trabalhando em bares cresceu 2,4% e a remuneração desta classe subiu 2,3%.

Dados no Brasil

No Brasil, uma pesquisa feita pelo Datafolha, divulgada em maio de 2019, indica resultados que apontam que o mesmo fenômeno ocorre em nosso país. Por aqui, 68% dos moradores de regiões metropolitanas afirmaram que, após a chegada dos aplicativos de transporte, pararam de beber e dirigir. Outra pesquisa aponta que, em geral, o uso excessivo de álcool também cresceu no país.

A constatação mais interessante veio de Yuri Barreto, Raul Silvera Neto e Luís Carazza, estudantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Eles apresentaram um estudo que, através de análise dos dados do SUS, concluiu que o número de mortes no trânsito foi 10,2% menor em cidades onde há algum tipo de aplicativo de transporte, se comparado com cidades em que nenhum deles opera. E não foram só as mortes que reduziram. As hospitalizações decorrentes dos acidentes também caíram 17,2%, o que gera uma enorme economia para o Sistema Único de Saúde.

Ou seja, depois da chegada dos aplicativos, as pessoas bebem mais, mas morrem menos em acidentes. Para Elen Gonçalves, especialista em aplicativos do portal ReviewBox, é extremamente positivo começar a notar efeitos reais das mudanças que alguns apps trouxeram para a mobilidade urbana e qualidade de vida, ainda mais depois que eles enfrentaram tamanha desconfiança no país.

Porém, de acordo com alguns especialistas, é muito cedo para afirmar que isso é totalmente benéfico, já que o efeito em longo prazo do maior consumo de álcool por parte da população poderá trazer algumas consequências tão devastadoras quanto os causados pelos acidentes de trânsito.

 

O post Estudos mostram que apps fazem pessoas beberem mais, mas morrerem menos no trânsito apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Venda de CNH falsa pela internet é isca para golpe de estelionato

sab, 14/03/2020 - 08:15
Processo de habilitação é construído de forma compartimentada para evitar fraudes. Foto: Divulgação Detran/RS

Pessoas se dizendo profissionais de Centros de Formação de Condutores (CFCs) oferecem pela internet a possibilidade de adquirir a habilitação sem a necessidade de todas as etapas legais necessárias (aulas e exames) exigidas por lei. Eles cobram um valor de entrada para a emissão de documento, oferecendo como prova uma imagem que simula ser o site da Autarquia com o documento sendo expedido.

O Detran/RS alerta que não se tratam de centros credenciados envolvidos em crimes, mas sim de estelionatários que usam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) como isca para pegar o que seria o pagamento da entrada, não entregando o documento.

 

Crime

Bastante frequente, esse tipo de crime já foi identificado pela Corregedoria do Detran/RS e encaminhado para a Delegacia de Repressão aos Crimes Informáticos (DRCI), que integra o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

O diretor-geral Enio Bacci completa que “até hoje não foram flagrados documentos falsos em blitzes no Rio Grande do Sul, o que demonstra que nosso processo é seguro. Ele foi construído todo compartimentado, exigindo a participação de muitos atores para concluir o processo de habilitação, o que dificulta qualquer tipo de irregularidade.”

As informações são do Detran/RS

O post Venda de CNH falsa pela internet é isca para golpe de estelionato apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Portal vai sortear “CTB – versão de bolso – 2º edição”, de Julyver Modesto. Participe!

sex, 13/03/2020 - 13:44
Foto: Divulgação.

No dia 07 de maio de 2020, o Portal do Trânsito irá sortear um exemplar da 2º edição do livro “Código de Trânsito Brasileiro – versão de bolso” com a organização de Julyver Modesto de Araújo, especialista em legislação de trânsito, e publicação da Editora Tecnodata Educacional. Essa é a versão mais atualizada da obra.

O Código de Trânsito Brasileiro atualmente em vigor é o 4º Código de Trânsito do país, tendo sido instituído pela Lei n. 9.503, de 23 de setembro de 1997 e com vigência inicial em 22/01/98. Desde então, já foi alterado por outras trinta e oito leis (sendo a mais recente a de nº 13.886, de 17/10/19), as quais estão todas incorporadas no texto presente nesta obra.

Além de estar totalmente atualizado, essa versão contém anotações especiais nas infrações de trânsito (competência para fiscalização, código de enquadramento, necessidade ou não de abordagem, responsabilidade pela infração, valor da multa, total de pontos no prontuário, normas correlatas e Resoluções mais relevantes). O Anexo II é totalmente colorido e contém, ao final, tabela de infrações de trânsito, índice de Resoluções do Contran em vigor e índice alfabético remissivo.

Sorteio

Para participar do sorteio, basta preencher o formulário no link abaixo, e no corpo da mensagem escrever: “Eu quero concorrer ao CTB- versão de bolso”. As inscrições poderão ser feitas até o dia 05 de maio.

Para preencher o fomulário, clique aqui. Lembre-se de preencher os dados corretamente, pois se faltarem informações ou o e-mail de validação voltar, a inscrição não é efetivada.

O sorteio ocorrerá, ao vivo, no dia 07 de maio de 2020, durante o Programa Tira-Dúvidas, no canal do Portal no Facebook.

O post Portal vai sortear “CTB – versão de bolso – 2º edição”, de Julyver Modesto. Participe! apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Curso de Reciclagem pode ser feito à distância no Mato Grosso do Sul

sex, 13/03/2020 - 08:45
Curso de Reciclagem EAD já está disponível para os condutores do Mato Grosso do Sul. Foto: Freeimages.com

A Tecnodata Educacional é a nova empresa credenciada para o Curso de Reciclagem Condutor Infrator do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul). O curso é realizado de forma EAD (Educação à distância), voltado para quem teve a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa por irregularidades cometidas no trânsito e precisa passar pelas aulas de reciclagem para voltar a dirigir. O curso é regulamentado pela Resolução n.º 730/2018 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A duração mínima do curso para quem tem a CNH suspensa é de três dias, mas o condutor tem até 45 dias para finalizar o curso. É possível estudar em qualquer hora e lugar e o ambiente online é compatível com qualquer dispositivo: computador, tablet ou celular (smartphone). O curso de reciclagem online fica disponível 24 horas por dia.

O curso pode ser acessado através do site do Detran, no campo Educação, Escola Pública e Cursos. CNH suspensa: o que fazer

No estado do Mato Grosso do Sul, em 2019, 7.411 condutores tiveram a CNH suspensa, de acordo com dados do Denatran. Em 2018, foram 10.970 casos.

O primeiro passo para o condutor regularizar a sua situação é entregar sua CNH no DETRAN, nas Ciretrans ou em um CFC credenciado. A entrega gera o número do processo e dá início à contagem do prazo de suspensão. Se preferir a modalidade EAD, o condutor deve escolher uma instituição credenciada para este formato.

Com um curso prático e amigável, a Tecnodata Educacional oferece, a partir de agora, esta modalidade para os condutores sul-mato-grossenses.

 “O Curso de Reciclagem cumpre uma importante missão no resgate da consciência cidadã e do comportamento responsável do condutor. Ainda há um longo caminho a ser percorrido na humanização do trânsito brasileiro, afinal, nossos índices de mortes, acidentes e incidentes no trânsito, apesar de terem melhorado nos últimos anos, ainda são muito elevados, quando comparados aos de países mais desenvolvidos. Compreensivelmente, a Reciclagem é vista com antipatia por boa parte dos condutores que a ela são submetidos, mas hoje ela tem uma inegável importância no processo de amadurecimento dos usuários do trânsito”, diz César Bruns, diretor presidente da Tecnodata Educacional.

Após cumprir a carga horária em curso EAD, a instituição irá certificar o condutor junto ao DETRAN, via sistema, permitindo a realização da prova eletrônica de reciclagem (mediante pagamento da taxa e agendamento do exame).

O post Curso de Reciclagem pode ser feito à distância no Mato Grosso do Sul apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Campanha cuidados com a vida pretende diminuir mortes na primeira infância

sex, 13/03/2020 - 08:12
A cada 10 mortes de crianças de 0 a 14 anos, mais de 5 são de crianças de 0 a 4. Foto: freeimages.com

Mais de 3 mil crianças morrem vítimas de acidentes no Brasil todo ano. Só em 2017, esse número chegou a 3.661. Desse total, mais de 50% das mortes corresponderam à faixa etária de 0 a 4 anos de idade. Ou seja, a cada 10 mortes de crianças de 0 a 14 anos, mais de 5 são de crianças de 0 a 4.

Dentre os acidentes que causam o maior número de óbitos destacam-se as sufocações, os afogamentos e os acidentes de trânsito.

Outros acidentes que também deixam vítimas fatais são queimaduras, quedas, intoxicações, acidentes com armas de fogo, dentre outros.

Esses dados alarmantes trazem à tona a importância do cuidado com as crianças desde os primeiros anos de vida. De acordo com Vania Schoemberner, gerente executiva da Criança Segura, “o olhar e a concepção sobre os acidentes precisam ser transformados, deixando de considerá-los como fatalidades que independem de nossas ações. Mais do que fatalidades, os acidentes são em sua maioria previsíveis e evitáveis”, explica.

Diariamente, nove mortes de crianças podem ser evitadas no Brasil por meio de ações comprovadas de prevenção de acidentes.

Por isso, o olhar atento e cuidadoso na primeira infância é primordial para preservar a vida das crianças, tanto nessa fase da infância quanto nas outras. Cuidar das crianças é responsabilidade de toda a sociedade.

Campanha

Diante desse cenário e aproveitando a instituição do Biênio da Primeira Infância do Brasil (2020-2021), a Criança Segura lança em março desse ano a campanha “Cuidados com a Vida”, com o foco na prevenção de acidentes com crianças de 0 a 4 anos de idade.

A campanha visa conscientizar gestantes, mães, pais e responsáveis sobre a importância de os cuidados com a segurança dos bebês fazerem parte de suas preocupações básicas desde o início da gestação. Uma vez que desde cedo existe essa preocupação em evitar os acidentes, a cultura do cuidado e da prevenção se estende por todas as outras fases da vida da criança colaborando com a diminuição do número de todos os tipos de acidentes.

Com um público-alvo composto por gestantes, mães e pais de bebês, pediatras, obstetras, enfermeiras de maternidades e de postos de saúde, berçaristas de escolas particulares, professoras de creches públicas e organizações da sociedade civíl, a campanha vai promover ações nos três eixos estratégicos de atuação da Criança Segura: Advocacy, Mobilização e Comunicação.

Dentre as ações podemos destacar: Inserção da prevenção de acidentes com crianças nas agendas políticas; Promoção de cursos online sobre prevenção de acidentes; Lançamento de E-book sobre cuidados com os bebês; Distribuição de kit com materiais educativos sobre cuidados com o bebê para a Rede do Cuidar (rede de profissionais que atuam diretamente com gestantes, mães, pais, familiares e responsáveis por crianças pequenas); Postagem de conteúdo no site e nas redes sociais.

A campanha “Cuidados com a Vida” vai de março a outubro de 2020.

As informações são da ONG Criança Segura

O post Campanha cuidados com a vida pretende diminuir mortes na primeira infância apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Tira-Dúvidas com o sorteio do pocket “A sua personalidade refletida no trânsito: o volante e você”?

qui, 12/03/2020 - 14:40

O especialista Celso Mariano e a jornalista Mariana Czerwonka respondem, ao vivo, as questões enviadas pelos internautas. O programa vai ao ar toda quinta-feira, às 14h30.

Hoje tivemos também o sorteio do pocket “A sua personalidade refletida no trânsito: o volante e você”, de autoria de Andréa Lo Bianco.

O post Tira-Dúvidas com o sorteio do pocket “A sua personalidade refletida no trânsito: o volante e você”? apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Comissão no Senado debate melhorias na mobilidade urbana

qui, 12/03/2020 - 08:15
Deputados federais e senadores apresentaram 46 emendas à MP, ampliando ainda mais o leque de modificações originalmente previstas para a Lei da Mobilidade. Foto: Arquivo Tecnodata.

A comissão mista que examina a Medida Provisória (MP) 906/2019 realizou na terça-feira (10) sua primeira audiência pública, em que foram ouvidos representantes de diversos setores. Essa medida provisória prorrogou de abril de 2019 para 12 de abril de 2021 o prazo dos municípios para a elaboração de seus planos de mobilidade urbana, previstos na Lei da Mobilidade (Lei 12.587/2012).

Deputados federais e senadores apresentaram 46 emendas à MP, ampliando ainda mais o leque de modificações originalmente previstas para a Lei da Mobilidade.

César Mattos, secretário de Concorrência e Competitividade do Ministério da Economia, afirmou que o setor tem se modernizado, apesar de haver exclusividade em algumas linhas, o que prejudica a concorrência e o consumidor. Ele avalia que a supressão da concorrência em trechos superavitários, que poderiam sustentar os trechos deficitários, é um grande problema.

Por sua vez, Silas Cardoso, da Associação Brasileira de Mobilidade e Tecnologia (Amobitec), afirmou que o surgimento das empresas de entrega e de transporte de passageiros por aplicativo causou uma grande modificação no mercado ao oferecer um serviço de qualidade por um preço adequado ao consumidor.

— O futuro da mobilidade nas cidades é a fusão dos diversos meios de transporte por meio da tecnologia. A junção dos aplicativos com o transporte permitiu aumentar a concorrência e melhorar o serviço aos consumidores — disse Silas.

Emendas

O deputado Vilson da Fetaemg (PSB-MG) criticou o monopólio das empresas de ônibus. Ele também defendeu uma emenda apresentada pela deputada Rosana Valle (PSB-SP), que dá prioridade ao modal metro-ferroviário nos projetos de mobilidade.

— Os governos foram sucessivamente abandonando o modal metro-ferroviário, que é o mais correto e é utilizado em vários países. Não é possível discutir planos de mobilidade pensando exclusivamente em ônibus e transporte rodoviário. O governo federal e os governos estaduais têm de rever os contratos que permitiram o abandono do transporte de passageiros ferroviários.

O relator da medida provisória, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que apresentou 12 emendas, informou que deseja apresentar seu relatório à comissão no dia 17 de março. Segundo Gurgacz, apesar de o texto da MP ser curto, é possível debater a questão da mobilidade em todos os seus aspectos.

— Nós vamos incorporar o que for importante para melhorar a mobilidade urbana. Vamos fazer um esforço para incorporar questões relacionadas a metrô e ferrovias. Temos no Brasil e no mundo inteiro um excesso de veículos, que dificultam o trânsito nas cidades — declarou.

Gurgacz também defendeu, durante a audiência, a adoção do ônibus de piso baixo como padrão em todo o país.

— Sei que há limitações em algumas cidades e no campo, mas isso representaria uma melhoria inegável em nosso transporte — argumentou.

Também participou do debate, entre outros, Otávio Vieira da Cunha Filho, presidente da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU).

As informações são da Agência Senado

O post Comissão no Senado debate melhorias na mobilidade urbana apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Os exames a as questões de múltipla escolha na prova do Detran

qua, 11/03/2020 - 13:24
Foto: Divulgação Detran/PR

O formato questões de múltipla escolha é um mal necessário. Certamente não é o ideal para avaliar conhecimentos de todos os conteúdos envolvidos no processo de formação de condutores. Mas atende bem a necessidade dos DETRANs, pois permite a correção automatizada do enorme volume de exames aplicados a cada mês. Seria tarefa extremamente difícil e oneroso, para um DETRAN, corrigir provas de questões discursivas, por exemplo. Sendo assim, o formato múltipla escolha tornou-se padrão nos exames teóricos do curso de formação de condutores e, por extensão, para todas as avaliações realizadas pelos DETRANs de todo país.

Certamente que, com o franco desenvolvimento da inteligência artificial, um dia será possível automatizar a correção de provas de qualquer formato, inclusive respostas discursivas escritas à mão ou digitadas, com escolha de campos, preenchimento de lacunas e até mesmo faladas ou desenhadas. Mas estamos longe desse nível tecnológico. Então nos CFCs continua existindo a demanda de preparar os candidatos a primeira habilitação para um exame onde o banco de questões, tradicionalmente, deixa a desejar.

E não se trata apenas de questões mal elaboradas. O desafio vai desde não errar na estrutura da pergunta é das opções de resposta, até selecionar adequadamente os assuntos. Criar uma boa questão múltipla escolha não é tarefa fácil. A começar pelo fato de que o formato não é adequado para todos os assuntos. 

“Se eu quiser saber o quanto o aluno sabe de um aspecto factual do conteúdo, como o significado de uma determinada placa, é possível exibir uma imagem, listar algumas possíveis respostas e pedir para o aluno apontar a definição correta. Mas se eu quiser que aluno avalie uma determinada situação do cotidiano do trânsito e que faça um análise de qual seria o comportamento mais adequado a ser adotado pelo condutor, eu precisaria de uma resposta discursiva, escrita ou falada, para captar o quanto este aluno compreende o assunto e é capaz de tomar decisões com base neste conhecimento”, afirma Celso Alves Mariano, educador e especialista em trânsito.

O formato questões de múltipla escolha não é o ideal porque limita muito a necessária verificação do conhecimento. Aspectos importantíssimos da capacidade do aluno aplicar os conhecimentos adquiridos no seu novo papel, de condutor, no trânsito, simplesmente deixam de ser avaliados. Ou pior: questões mal elaboradas aplicadas no processo de avaliação resultam em um diagnóstico pouco confiável da real capacidade do aluno.

Mesmo assim, segundo Mariano, é possível elaborar boas questões de múltipla escolha e garantir uma confiabilidade mínima na capacidade demonstrada pelo candidato a primeira habilitação em seu exame teórico. 

Este assunto já foi abordado aqui na Seção PARA O SEU CFC (clique aqui) , evidenciando o quanto o tema é importante para a qualidade da formação de condutores em nosso país. “No geral o que se percebe é que os DETRANs pecam gravemente por não darem a devida importância à qualidade de seus bancos de questões, mantendo perguntas desatualizadas, com erros estruturais e até conceituais, além de problemas que levam à decoreba, como a não renovação ou a baixa quantidade de questões em seu acervo”, diz Mariano.

Diretores de Ensino e Instrutores devem saber que aplicar simulados e estimular os alunos a estudarem por questões é muito importante, tanto pelo exercício direto do formato de avaliação do exame teórico, quanto porque, como método de estudo, o esforço para responder “boas questões” contribui muito para a compreensão e fixação dos conteúdos.

Ao estudar por questões, o aluno tem um poderoso estímulo para ir atrás do conhecimento, para conseguir responder o que ainda não sabe, ou não tem certeza de que sabe. E há vários benefícios adicionais como ajudar a entender a “cultura” do DETRAN, aliviando a tensão por dar uma ideia do que vai se perguntado na prova e como será a abordagem dos assuntos.

Fontes

Alguns DETRANs mantém páginas com acesso a parte de seus bancos de questões. Instrutor: acesse com seus alunos primeiro as questões do DETRAN do seu estado e depois, como um exercício para mostrar a diversidade brasileira nesta área, as provas dos outros estados. Lembre-se: a CNH é nacional e seus alunos estarão se habilitando para conduzir veículos em todo território nacional. Ter uma ideia de como os DETRANs de outros estados tratam o tema trânsito é um bom exercício de cidadania.

Veja aqui  Materiais didáticos de qualidade

Boas questões de múltipla escolha existem e estão disponíveis nos bons materiais didáticos. Celso Mariano, da Tecnodata Educacional explica:

“Para saber se uma questão é realmente adequada olhamos para ela e ‘fazemos perguntas’: Ela é relevante para o cotidiano e condizente com o que se espera do condutor? É importante para a segurança do trânsito? Está escrita em linguagem simples e direta, de forma compreensível para os candidatos? Define o item importante que está sendo avaliando? Considerando o cunho estritamente técnico ou legal, a abordagem demonstra bom-senso? Ela apresenta enfoque legalmente atualizado? Todos estes questionamentos devem ter um sim como resposta. Se isso acontecer, ok, estamos diante de uma boa e útil questão. Estes são os critérios utilizados na elaboração do Banco Nacional de Questões da Tecnodata Educacional”, diz o especialista.

Saiba mais:

Questões em Vídeo – já estão disponível para os clientes Tecnodata das Linhas Transitare, Condutor Nota 10 e Linha Tradicional sete programas com a análise e resolução de questões típicas utilizadas pelos DETRANs de todo país. Ainda não é cliente? Ligue 0800 600 1800

Programa Nós do Trânsito – Edição 27 – Celso Mariano e Rodrigo Santos abordam o tema qualidade das questões das provas dos DETRANs 

O post Os exames a as questões de múltipla escolha na prova do Detran apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Cancelada votação de parecer sobre mudanças no Código de Trânsito

qua, 11/03/2020 - 09:20
Projeto do Executivo faz uma série de mudanças no Código de Trânsito. Foto: Juliano Pedrozo/Detran-PR

A comissão especial que analisa alterações no Código de Trânsito Brasileiro (PL 3267/19) cancelou a votação do parecer do relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), inicialmente prevista para hoje.

Em seu relatório, o deputado manteve o aumento da pontuação para a perda da carteira de habilitação: 40 pontos, ao invés dos atuais 20. De acordo com o texto, a regra não vale para quem cometer duas infrações gravíssimas – nesse caso, o motorista perde a habilitação com 20 pontos.

O relator também contrariou a regra proposta pelo governo para acabar com a multa da cadeirinha. Juscelino Filho, ao contrário, endureceu a regra. Se o texto virar lei, a criança terá que usar a cadeirinha até os dez anos de idade ou quando atingir 1,45 m de altura. E a multa, em caso de descumprimento, é gravíssima.

A comissão ainda não marcou nova data para votar o parecer.

As informações são da Agência Câmara 

O post Cancelada votação de parecer sobre mudanças no Código de Trânsito apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Maio Amarelo 2020 terá abertura internacional pela primeira vez

qua, 11/03/2020 - 08:18

O Movimento Maio Amarelo chega ao 7º ano e tem novidade logo na abertura nacional que será realizada pela primeira vez no sul do país. A cidade catarinense de Blumenau receberá o evento, no dia 27 de abril, às 19h, no Teatro Carlos Gomes. Mas, além da abertura nacional, Montevidéu, capital do Uruguai, irá realizar a abertura internacional do Movimento dia 30 de abril.

Os eventos contarão com a participação de representantes do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária e autoridades do setor de trânsito e Mobilidade Urbana nacionais e internacionais, para marcar o início das ações do Maio Amarelo 2020.

Para Marco Rebello, coordenador da Escola Pública de Trânsito de Blumenau: “a abertura nacional do Movimento Maio Amarelo vem para coroar um trabalho que já é realizado há três anos, e só no ano passado envolveu 36 entidades, que realizaram 104 ações durante o Maio Amarelo. É a união do poder público, sociedade civil organizada e forças de segurança, em prol de um trânsito mais seguro dentro da nossa cidade”.

Já a abertura internacional, nasceu da parceria do OBSERVATÓRIO com a SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado) que reúne todas as Ligas de Traumas das faculdades de medicina do país. Por intermédio desse ACT (Acordo de Cooperação Técnica) que o OBSERVATÓRIO mantém com a SBAIT, a mesma entidade correspondente na América Latina conheceu o Maio Amarelo e se encantou pelo Movimento.

O lançamento internacional será em Montevidéu no próximo dia 30 de abril durante a realização do Encontro Internacional sobre Prevenção de Acidentes de Trânsito, promovido pela SPT (Sociedade Panamericana de Trauma) e reunirá profissionais de emergência e trauma, além de estudantes de medicina do Brasil, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Polônia, Portugal e Uruguai, A cerimônia irá acontecer às 16h, na Nueva Congregación Israelita.

Segundo o Dr. Fernando Machado, diretor do Departamento de Emergência do Hospital das Clínicas de Montevidéu e membro da SPT,

“será uma formidável ocasião para ouvir e trocar ideias com profissionais que representam realidades bem diferentes em relação às medidas adotadas e os resultados obtidos em cada um de seus países, sobre acidentes de trânsito”.

Para o diretor-presidente do OBSERVATÓRIO, José Aurelio Ramalho: “Estamos indo para o 7º ano do Movimento Maio Amarelo e entendemos que ele já é de domínio público, ou seja, é um movimento da sociedade e estamos ansiosos para mobilizar ainda mais a sociedade para que nenhum acidente aconteça nas ruas e rodovias. Sem dúvidas teremos o maior e melhor Maio Amarelo da história”.

Se você quer participar dos eventos, faça a sua inscrição no link abaixo: https://www.sympla.com.br/abertura-nacional-maio-amarelo-2020__810438

As informações são da Assessoria de Imprensa

O post Maio Amarelo 2020 terá abertura internacional pela primeira vez apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

“Você no Trânsito”: tudo que você precisa saber sobre Suspensão da CNH

ter, 10/03/2020 - 13:13

A Live “Você no Trânsito” acontecerá toda terça-feira, às 12h, com temas específicos para ajudar o cidadão a se “dar bem” no trânsito. O tema de hoje foi a Suspensão da CNH.

O post “Você no Trânsito”: tudo que você precisa saber sobre Suspensão da CNH apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Comissão irá analisar amanhã mudanças no Código de Trânsito Brasileiro

ter, 10/03/2020 - 08:18
O projeto do Poder Executivo propõe uma série de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro. Foto: Divulgação/Agência de Notícias do Paraná

A comissão especial que analisa alterações no Código de Trânsito Brasileiro (PL 3267/19) tem reunião amanhã (11) para discutir e votar o parecer do relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA).

Em seu relatório, o deputado manteve o aumento da pontuação para a perda da carteira de habilitação: 40 pontos, ao invés dos atuais 20. De acordo com o texto, a regra não vale para quem cometer duas infrações gravíssimas – nesse caso, o motorista perde a habilitação com 20 pontos.

O relator também contrariou a regra proposta pelo governo para acabar com a multa da cadeirinha. Juscelino Filho, ao contrário, endureceu a regra. Se o texto virar lei, a criança terá que usar a cadeirinha até os dez anos de idade ou quando atingir 1,45 m de altura. E a multa, em caso de descumprimento, é gravíssima.

Veja todas as mudanças propostas pelo Relator, clique aqui Hora e local

A reunião será às 10 horas, no plenário 4.

As informações são da Agência Câmara

O post Comissão irá analisar amanhã mudanças no Código de Trânsito Brasileiro apareceu primeiro em Portal do Trânsito.

Páginas